Rotor de Belo Monte
outubro 15, 2019
Show all

Makro recebe o Prêmio Top Crane 2019

A Makro se fez presente na maior premiação do setor de Movimentação de Cargas do Brasil, o prêmio Top Crane! A premiação aconteceu em São Paulo e reuniu as melhores empresas do ramo de Engenharia de Movimento. A Makro por sua vez, teve o prazer de ser reconhecida e premiada na categoria içamento de cargas. O “Oscar do ramo dos Guindasteiros”, como também é conhecido, nos foi dado mais uma vez em mais um ano concecutivo. Em razão da solução técnica apresentada em operação desafiadora no Polo de Camaçari, na Bahia. Onde fizemos o içamento de um incinerador, com volume de 176,84 m³, peso de 129T a uma altura de 14 m.

O trabalho, que teve como contratante a CETREL S.A., foi realizado em área confinada, com terreno acidentado e alagadiço. O que exige de imediato a adequação do local para montagem e posicionamento do equipamento principal, um guindaste móvel Liebherr LTM11200 9.1. com capacidade para 1.200 t. O complicador nesse caso foi o dificil acesso ao site do contratante, com vias estreitas, curvas e inclinações. Feito isso, outro ponto crítico que teve que ser equacionado foi a adequação do solo, de baixa compactação, da área de operação propriamente dita. Como se não bastasse, também era difícil o acesso até a carga. Uma vez que a planta do local era bastante restrita, e com muitas interferências até a base da carga. Seria necessário um estudo bem elaborado, afim de minimizar/evitar os riscos de colisão com as estruturas existentes no local, a ausência de olhais nas cargas também seria um fator de risco da operação.

O contrato exigiu, protanto, um planejamento rigoroso, a fim de minimizar/evitar riscos de colisão com as estruturas existentes no local. Todas essas pré-condições foram contempladas no Plano de Rigging elaborado pelo departamento de Rigging da Makro Engenharia. O guindaste principal foi configurado com lança telescópica e cavalete de ancoragem. Já um segundo guindastes (auxiliar), modelo Grove GMK6220L, de 220 t, foi utilizado para o rabicho durante a horizontalização do incinerador antigo e para a verticalização do incinerador novo. A escolha dos dois equipamentos foi determinada também pelo fato de ambos possuírem sistema de eixos verticais, o que facilitou o acesso dentro do site, a solução técnica encontrada para patolamento, foi a criação de sapatas de concretos niveladas e com dimensões de 5,00 x 4,00m com uma resistência de 1,50kgf/cm², na qual, em cima de cada base foram inseridos pranchões de madeiras para alcançar a pressão ideal em cada patola.

Depois do guindaste patolado e montado no local informado em projeto pela Makro Engenharia, foi realizado a amarração em olhais soldados pelo cliente e em seguida inspecionado pela Makro Engenharia para validação. O içamento foi realizado primeiramente de forma vertical, até a carga ultrapassar a estrutura de 14m de altura, girando a carga 180° até próximo ao guindaste auxiliar, onde o mesmo fez a horizontalização da carga, essa sequência se repetiu com os demais acessórios. Para isso foi necessário contar com um bom planejamento na retirada e posicionamento de cada peça, cada carga com seu estudo detalhado e pontos de içamentos diferentes, simulando cada possível colisão estrutural, durante as manobras realizadas pelos equipamentos durante o içamento. Para a realização das simulações e os planos de rigging, foram utilizados softwares CAD (AutoCad), e para as simulações de carga no solo, foram utilizados os softwares dos fabricantes, Liccon (Liebherr) e CompuCrane (Grove), a fim de garantir a segurança da operação. O prazo de execução foi de 10 dias, de acordo com o período de manutenção estabelecido pelo cliente.

Open chat
👋 Posso ajudar?